Ads Top

Dezembro Vermelho: Prefeitura de Prata realiza Amanhã Dia “D” de combate à HIV/AIDS


A Secretaria Municipal de Saúde de Prata vem realizando durante todo o ano, uma série de campanhas para preservação de doenças. No mês de dezembro não seria diferente. Durante todo o mês, as equipes do Programa de Saúde da Família e do NASF estão realizando atividades de prevenção e diagnóstico precoce do HIV/AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis em todas as Unidades de Saúde, em alusão ao Dezembro Vermelho.
E amanhã, dia 18, realizará o Dia “D” de Luta e Conscientização contra a AIDS e infecções sexualmente transmissíveis, às 9h em frente ao PSF II (Sônia Maria Clemente).
O Dezembro Vermelho tem o intuito de chamar atenção para as medidas de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV. A escolha do mês foi em função do Dia Mundial contra a AIDS, celebrado no mundo inteiro em 1º de Dezembro.
O Brasil tem hoje uma das maiores coberturas de tratamento antirretroviral (TARV) entre os países de baixa e média renda, com mais da metade (64%) das pessoas vivendo com HIV recebendo TARV, segundo os dados do Boletim Epidemiológico 2016 do Ministério da Saúde.
Para conscientizar, orientar e realizar o diagnóstico precoce da doença, durante todo o mês serão realizadas atividades nas Unidades de Saúde, como palestras, momentos de discussões e debates nas salas de espera das Unidades. Além disso, serão disponibilizados testes rápidos em todas as Unidades e Postos de saúde para a população.
O teste rápido dura cerca de 30 minutos, são gratuitos e sigilosos, e é realizado por meio da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo e após isso, o sangue é colocado em dois dispositivos de testagem para chegar ao resultado.  O resultado também é sigiloso e em caso positivo o usuário receberá as devidas orientações e tratamento.
Ter um diagnóstico positivo do HIV precocemente permite que o paciente comece o seu tratamento no momento certo e tenha uma melhor qualidade de vida. Além disso, mães soropositivas podem aumentar suas chances de terem filhos sem a doença se forem orientadas corretamente e seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.