Em seis meses, PB tem 477 mortes no trânsito; número é 8,16% maior que o de 2014



A Paraíba registrou 477 mortes no trânsito de janeiro a junho deste ano, segundo levantamento feito pela ONG Educar Para o Trânsito Educar para Vida (Etev). O número representa aumento de 8,16% com relação ao mesmo período do ano passado.

Em 2014, 925 indenizações foram pagas em virtude de morte em acidentes de trânsito no estado, número 21,39% superior ao de 2013, quando 1.177 famílias foram indenizadas. Ainda conforme o estudo, no ano passado a Paraíba foi o 16º estado brasileiro com maior número de mortes no trânsito. No Nordeste, o estado foi o 6º com mais vítimas fatais.

Em termos absolutos, o Brasil é 4º país do mundo com maior número de mortes no trânsito, ficando atrás somente da China, Índia e Nigéria. No ranking de mortalidade no trânsito do Mercosul, o Brasil fica atrás apenas da Venezuela. Em 2014, foram pagas 52.223 indenizações por mortes em virtude de acidentes no trânsito Brasil, contra 54.767 em 2013, uma redução de 5%.

Para a ONG Etev, algumas medidas podem reduzir o número de mortes em acidentes de trânsito, são elas: educação para o trânsito nas escolas, fiscalização permanente, priorização do transporte público e boa condição das estradas, intervenções e sinalizações.

Meta

Em maio de 2012, uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o período de 2011 a 2020 como a “Década das Ações para a Segurança no Trânsito”. O documento recomenda aos países membros, dentre eles o Brasil, a elaboração de um plano de ações cuja meta seja diminuir em 50% o número de acidentes. 

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.