Ex-prefeito de Sumé na UTI


O ex-prefeito de Sumé Genival Paulino de Souza “Vavá” foi encaminhado com urgência ontem para a cidade de Campina Grande por problemas de saúde.


Vavá que sofria com um problema na perna esquerda teve que ser atendido, haja vista, que já algum tempo estava tendo dificuldade nesta perna. Segundo informações de familiares, o ex-prefeito teve sua perna esquerda amputada e neste momento está em estado grave na UTI do Hospital de Trauma em Campina Grande/PB.

Vários familiares e amigos estão no local dando apoio moral ao ex-prefeito Vavá. Inclusive no terço transmitido pela Rádio Cidade de Sumé, fieis rezaram para a recuperação de Vavá.

A qualquer momento, o Cariri em Ação trará mais informações.

UM POUCO DA HISTÓRIA DE GENIVAL PAULINO DE SOUZA

Genival Paulino de Souza (Vavá) nasceu em Sumé em 25 de novembro de 1947, elegeu-se Prefeito de Sumé pela primeira vez em 1982 pelo PDS2, obtendo 62,47 % dos votos, contra 34,02 % do segundo colocado Sebastião Juvino da Silva e 3,51 Severino José de Oliveira.

Em 1992 Vavá Paulino elegeu-se pela segunda vez Prefeito do município pelo PDT com 52,44 % derrotando Francisco de Assis Quintans (PRN) que obteve 47,56 %.

Vavá volta à cena política de Sumé em 2000, sendo vice na chapa de Francisco Duarte da Silva Neto (PFL), Neto obteve 76,3 % dos votos, derrotando o candidato João Pereira que obteve 15,67 %. 

Nas eleições de 2004 Vává Paulino rompe com Drº Neto e lança sua candidatura a Prefeito, tendo como vice João Pereira (PSDB), enquanto isso Drº Neto lança como candidata Drª Niedja Rodrigues tendo como vice em sua chapa o empresário Jordão Pereira.

Drª Niedja (PFL) é eleita à primeira mulher para ocupar a chefia do executivo sumeense obtendo 48,95 % dos votos, o segundo colocado Vavá Paulino alcançou 40,77 % dos votos, mas o resultado das eleições não seria definitivamente o das urnas, tendo Niedja Rodrigues posteriormente o seu mandato cassado por unanimidade pelo TRE da Paraíba, que determinou a posse imediata do segundo colocado nas eleições daquele ano, que foi Genival Paulino.
  
CARIRI EM AÇÃO

Marivaldo Alcântara/Rodolfo Silva

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.