GUERRA NO PEDREGAL: ADOLESCENTE DE 13 ANOS É ASSASSINADO NA FRENTE DA CASA ONDE MORAVA

A ação preventiva da polícia militar realizando rondas e abordagens no Pedregal, não evitou mais uma morte no bairro que vive um clima de terror, desde que três membros de uma das facções rivais, foram mortos em João Pessoa no último domingo.
Por volta das 10h00 desta terça-feira (11/02), o adolescente José Mateus do Nascimento Neto, de 13 anos, foi assassinado por dois homens com vários tiros revólver, em frente a casa onde morava, na Rua Raimundo Asfora.
Os acusados estavam a pé.

O irmão da vítima desabafou e culpou “os peixeiros” pelo crime.
A polícia militar saiu à caça dos assassinos, mas eles não foram localizados.
O delegado Antônio Lopes investiga o homicídio.
O clima é tão tenso que ao mesmo tempo em que José Mateus era morto, um tiroteio ocorria na Rua Joaquim Cardoso Leite.
Eram as duas facções “peixeiros e gabirus” se enfrentando.
Ninguém saiu ferido.
Casas foram atingidas pelos disparos.
A rua ficou deserta e ninguém quis falar sobre o caso.
O Pedregal sangra.

por: renatodiniz

Um comentário:

  1. gente é muito triste o que esta acontecendo no pedregal,pessoal por favor coloquem deus no coração mais amor menos guerra, pessoas q n tem nada ver morrendo familhas chorando a dor de perde um membro
    senhor coloca tua mão la pai,

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.