Batinga apela para que Estado pague fornecedores do Programa do Leite

O deputado Carlos Batinga (PSC) voltou a apelar, nesta segunda-feira (10), ao Governo do Estado para que o pagamento do programa do Leite, aos pequenos produtores rurais, fornecedores do programa, seja realizado. Segundo denúncias dos próprios produtores, o pagamento está atrasado desde a segunda quinzena de novembro, portanto, há mais de 80 dias. 


Na Paraíba, o programa do leite e coordenado pela Fundação de Ação Comunitária (FAC). “O pagamento está atrasado desde a segunda quinzena de novembro e os pequenos produtores não tem a menor capacidade de esperar. Nos últimos dias tenho recebido ligações e contatos dos pequenos produtores desesperados com a situação. Espero que o governo seja mais sensível a esta situação, pois do jeito que está é inadmissível”, afirmou o deputado.

Na manhã de hoje, o senhor José da Paz, produtor de leite de cabra, participou do programa Jornal do Cariri, da Rádio Cidade de Sumé, para denunciar a falta de pagamento. “O último pagamento que recebemos foi no início de novembro. Hoje mesmo liguei para FAC e eles me disseram que não tem nenhuma previsão de pagamento. Ficam jogando de um setor para o outro. No financeiro disse que estava ocupado, no protocolo foi que me disseram que não tem ordem de pagamento, nem previsão”, afirmou.


José da Paz também reclamou que os produtores de leite de cabra não tem nenhum beneficio do Governo do Estado. “Não temos direito a milho, a silagem. O secretário nos disse que a prioridade é o criador de gado”, lamentou. Apesar do atraso, de quase três meses, os produtores não estão deixando de fornecer o leite para o programa. “O pior é que temos nossas contas, nossos gastos pessoais e para manter o rebanho. Sem receber o pagamento, como podemos nos manter?”, indagou o produtor.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.