Quase 200 pessoas assistem ao nascimento de 120 tartarugas em praia de João Pessoa

Os moradores do bairro do Bessa, em João Pessoa, tiveram uma oportunidade rara de assistir a um espetáculo da natureza na tarde de ontem. Por volta das 15h, 120 tartarugas marinhas nasceram e tentaram vencer o primeiro desafio de suas vidas, de conseguir chegar ao mar. Para isso, foram auxiliadas pelos voluntários do projeto Tartarugas Urbanas, realizado pela ONG Guajiru, que fizeram um cordão de isolamento para proteger o caminho dos filhotes. Os voluntários também anteciparam o nascimento em algumas horas, para evitar que as tartaruguinhas se enganassem com as luzes da cidade e seguissem em direção à pista.

Segundo a bióloga Rita Mascarenhas, as tartarugas nasceram de fato há cerca de dois dias, quando começaram a escalar a areia que cobre o ninho. Esse movimento passou a ser monitorado e, com a conclusão de que elas sairiam da areia durante a noite, os voluntários decidiram antecipar essa saída. “Por conta da escuridão noturna, elas seriam confundidas com a iluminação da rua e caminhariam em direção à pista, em vez de procurar o mar, podendo ser atropeladas pelos carros”, explicou.

As tartaruguinhas foram colocadas na areia e logo saíram como que tivessem largado em uma corrida em direção ao mar. Uma delas disparou na frente e arrancou aplausos de quase 200 pessoas que assistiam ao espetáculo, no momento em que conseguiu alcançar a água. Mesmo tomando um caldo da onda, o filhote esperou a próxima espuma e conseguiu nadar para o mar. Por ter uma atitude mais ativa, ela poderá ser a que sobreviverá aos predadores marinhos. Pois, segundo Rita, uma em cada mil filhotes consegue chegar à fase adulta. “As recém-nascidas são devoradas por qualquer animal ser maior que elas. As maiores são comidas por tubarões”, explicou.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.