Seleção chega para semifinal da Copa


A seleção brasileira desembarcou em Belo Horizonte às 17h55 (de Brasília) desta segunda-feira. Na capital mineira, o Brasil fará o confronto com a Alemanha, às 17h desta terça, no Mineirão, pela semifinal da Copa do Mundo. Jogadores e membros da comissão técnica desceram no Aeroporto Carlos Drummond de Andrade, na Pampulha. O avião trazia uma homenagem a Neymar, com a expressão “# é Tóiss” gravada na sua parte externa.

A chegada do voo foi transferida de Confins para a Pampulha por causa do trânsito intenso na região norte da capital mineira. A Avenida Pedro I, um dos acessos para Confins, está fechada por causa da queda de um viaduto, na última quinta, que matou duas pessoas e deixou outras 22 feridas.

O ônibus que buscou os jogadores saiu do aeroporto para um hotel na região nordeste de Belo Horizonte, aonde chegou por volta das 18h25, com cerca de 500 pessoas à espera, segundo as informações da polícia militar mineira.

Aos cantos de “Eu acredito”, “O campeão voltou” e até de “Volta, Neymar”, eles fizeram a festa para os jogadores, até mesmo depois de eles passarem pelo curto caminho entre a porta dos fundos do hotel e o hall principal, de onde acenaram para os fãs.

Entre os mais assediados, o novo capitão David Luiz, com quem a identificação da torcida chegou a um nível altíssimo nesta Copa, e os jogadores do Atlético Mineiro, Victor, Bernard e Jô. O camisa 4, inclusive, foi o único que parou no meio do caminho e mandou beijos para os torcedores. Muitos também levaram cartazes para Neymar, mesmo com o jogador fora da delegação.

O técnico Luiz Felipe Scolari e o zagueiro Thiago Silva, que está suspenso e não vai jogar nesta terça, viajaram para BH de helicóptero e chegaram às 16h10. Com a mudança do local da chegada de voo, a presença de torcedores no aeroporto não foi muito grande, como aconteceu na véspera da partida com o Chile, semana retrasada. A maioria do movimento foi de vizinhos e funcionários do Aeroporto da Pampulha. Júlia Jacomete e Miralda Jacomete, mãe e filha, saíram para fazer a caminhada vespertina de todos os dias, quando souberam da chegada da Seleção.

- É um pouco sem graça sem o Neymar, sou muito fã dele. Mas acho que o Bernard vai dar conta do recado e substituir o Neymar à altura – disse Júlia.

Para Miralda, a torcida mineira vai fazer sua parte e empurrar a Seleção para a vitória, num lindo show em verde e amarelo.

- Temos que acreditar na vitória. Vamos ganhar e partir para o hexa.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.